Qual é a importância de um Firewall

      2 comentários em Qual é a importância de um Firewall

Queremos destacar uma das ferramentas mais importantes e utilizadas para proteger um servidor na internet: o firewall. Neste artigo iremos explicar o que é o Firewall, qual é a importância dele para um servidor e porque não há desculpa para não usar um firewall.

O que é um firewall?

Baseando-se por regras, um firewall é um sistema de protocolos e scripts que monitora, verifica e protege uma rede de tráfego potencialmente malicioso ou perigoso. Essencialmente, o firewall funciona como o gatekeeper para o seu servidor ou rede, permitindo e bloqueando o tráfego com base em um conjunto predeterminado de critérios, chamado de regras.

Um firewall pode ser instalado em um servidor individual ou pode funcionar como uma peça independente de hardware, conhecida como um firewall de perímetro.

Como é que um firewall funciona?

O tráfego de internet é transmitido de uma série de pacotes de dados que se deslocam para fora a partir de um local (uma fonte de IP) para uma posição final (IP de destino). Se o IP de destino estiver em uma rede protegida por firewall, o firewall irá inspecionar os pacotes para verificar se é ou não permitido entrar na rede. Em seguida, através de um processo chamado de filtragem, onde a máquina lê e aplica as regras definidas pela fonte de IP.

Firewall Corporativo Mundial

Firewalls em máquinas Linux

Uma das maneiras de implementar firewalls de software é por meio de uma máquina com sistema operacional Linux. Ao criar o código do zero, o especialista tem controle total sobre as funcionalidades do firewall e consegue alterá-lo de acordo com a necessidade (presente e futura). Essa máquina rodará exclusivamente como firewall, não sendo necessário que cada um dos outros computadores tenha as mesmas regras implementadas em código. Como já foi dito, estas outras máquinas podem possuir segurança extra para inibir ataques internos.

As funções mais essenciais presentes em máquinas de firewall Linux são conservação de endereço de IP e encaminhamento de tráfego, distinção de rede, proteção contra ataques denial-of-service (DoS) análises e farejadores (sniffers); filtragem de IP e portas; filtragem de conteúdo; redirecionamento de pacotes; autenticação e criptografia mais fortes; registros complementares (examinar detalhes dos pacotes que passam pelo firewall).

Concluindo, o firewall adequado para cada companhia é aquele que balanceia de forma ideal a flexibilidade com um bom bloqueio. De modo geral, firewalls ajudam e são eficazes mas dependem do bom comportamento dos usuários. Quanto mais conscientes dos riscos provenientes de acessos a sites não confiáveis e instalação de softwares maliciosos, melhor será a segurança da empresa.

Algumas razões porque usar um firewall

1. Bloquear intervalos de endereços IP indesejados
2. Criar regras de redirecionamento entre IPs
3. Reconhecer e bloquear tentativas inválidas de login
4. Limitar o acesso apenas a serviços em execução no servidor
5. Ajudar a prevenir ataques consoante as regras criadas

Firewall corporativo: hardware e software

Firewall corporativo pode ser adotado em hardware ou software. Os firewalls de hardware são dispositivos com interfaces de rede, como roteadores ou proxy, enquanto que os firewalls de software têm seus sistemas operacionais e são dedicados a atuarem como filtros de pacotes ou proxy.

Clique aqui para consultar nossos planos de Hospedagem de Sites Linux com SSL Grátis

Firewalls por hardware são vantajosos onde a rede possui diversos computadores. Este tipo de firewall já vem acoplado aos roteadores e modens de banda larga. É importante verificar se o roteador que você utiliza já vem com firewall, pois ele aumenta a segurança das máquinas que recebem a rede. Já os firewalls implementados por software em cada máquina configuram permissões e bloqueios conforme o perfil do usuário, complementando os firewall de hardware.

Pontos críticos para implementação de firewall em um ambiente corporativo

Segundo a Cisco, o firewall em empresas atua como primeira linha de defesa, e tem lugar nos seguintes pontos críticos da rede:

  • No perímetro tradicional da rede organizacional (onde os servidores se conectam com WAN e internet)
  • Entre departamentos, para segregar o acesso de acordo com a política entre grupos
  • Entre portas de LANs corporativas e web, aplicações e servidores.
  • Onde a rede cabeada se conecta com os routeadores de fornecimento de sinal wireless
  • Em dispositivos móveis de utilização dos colaboradores

Entretanto, não é só com ataques externos que a empresa deve se preocupar, por isso da existência de firewall entre departamentos e nos demais pontos sensíveis da rede. Essa preocupação vem do fato que na grande maioria dos casos o firewall está presente, mas está desatualizado ou é insuficiente para as necessidades de limitação de perfis de navegação e regras de filtragem.

Outro ponto importante no quesito de ataque interno é que muitas vezes o usuário nem sabe que seu dispositivo está comprometido, sendo ponto de partida para uma ameaça maior.

Tem desejo em conhecer nossa infraestrutura de perto? clique aqui e visite nosso site oficial, saiba mais sobre nossos planos & recursos e faça um teste em nossa plataforma cloud.

2 thoughts on “Qual é a importância de um Firewall

    1. Cassia Oliveira Post author

      Ficamos felizes em atender as necessidades de sua pesquisa, fique a vontade para explorar nossos outros conteúdos disponíveis em nosso blog, base de conhecimento & canal do youtube 😉

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *